Ganhadores: Guia Michelin Rio de Janeiro e São Paulo 2016

copacabanapalace

Nesta quinta, 28 de abril, tive a honra de participar do lançamento da 2ª edição do guia Michelin dos restaurantes do Rio de Janeiro e São Paulo 2016 que me levou pela 1ª vez ao Copacabana Palace

Como sempre, cheguei cedo e fiquei do cantinho só observando alguns dos maiores nomes da gastronomia brasileira surgirem no evento. Confesso que estou me interessando muito mais pelo assunto desde que criei o blog, há quase um ano, e desde que surgiram os programas temáticos de TV, então, tenho muuuuita coisa para aprender ainda, tá?

O próprio prêmio Guia Michelin, por exemplo, não sabia direito como funcionava, conheci um pouco mais assistindo ao filme “Pegando Fogo”, com o lindo maravilhoso Bradley Cooper. Recomendo aí pro final de semana. Dá um confere no trailer: 

Para quem já conhece, pode pular os próximos dois parágrafos, para saber os vencedores logo!

A premiação surgiu em 1900 na França e atualmente são 27 guias que cobrem 26 países em 4 continentes. Os inspetores visitam os restaurantes e hotéis de forma anônima, ou seja, assim, não têm um tratamento diferenciado, como normalmente rola quando sabem que você é jornalista, por exemplo, e se comportam como clientes comuns, pagando a conta.

A avaliação é feita com base em cinco critérios: qualidade dos produtos utilizados, personalidade da cozinha, técnica de cozimentoharmonização dos sabores, relação qualidade-preço e claro, a regularidade. A quantidade de estrelas, no máximo três, classifica cada estabelecimento. Uma estrela significa que o restaurante é requintado, duas, excelente e três excepcional. Além das cobiçadas estrelas, tem a premiação Bib Gourmand que elege os melhores por sua excelente relação qualidade-preço, uma vez que oferecem menu completo de até R$ 90 (falou minha língua).

guiamichelin2016-riodejaneiro-saopaulo
Premiação, essa carinha do Michelin indica os Bib Gourmand

Por aqui no Brasil, o mais estrelado é o D.O.M., do chef Alex Atala, localizado em São Paulo, com duas estrelas, desde o ano passado. Bem, vamos ao que interessa, os premiados! Destaque para vários restaurantes de Botafogo hein! 🙂 Viva #botasoho Ah, quem quiser pode baixar o app gratuito do Guia Michelin 2016 já está disponível para Android e IOS.

foto-arikaye-alexatala
Alex Atala e o seu subchef Geovane Carneiro (Foto: Ari Kaye)

Duas estrelas:
São Paulo
D.O.M.

Uma estrela:
Rio de Janeiro
Eleven Rio (Lagoa)
Lasai (Botafogo)
Mee (Copacabana)
Olympe (Lagoa)
Roberta Sudbrack (Jardim Botânico)

São Paulo:
Attimo
Dalva e Dito (do Alex Atala, também)
Esquina Mocotó
Fasano
Huto
Jun Sakamoto
Kan Suke
Kinoshita
Kosushi
Maní (da apresentadora Fernanda Lima)
Tête à Tête
Tuju

Bib Gourmand:
Rio de Janeiro
Anna
(Ipanema) novo!
Entretapas (Botafogo e Jardim Botânico)
Gurumê (São Conrado) novo!
Artigiano (Ipanema)
Lima Restobar (Botafogo) *esse já fui e é maravilhoso!
Miam Miam (Botafogo)
Oui Oui (Botafogo)
Pomodorino (Lagoa)
Restô (Ipanema)
Riso Bistrô (Ipanema) novo!

São Paulo
Antonietta Empório
Arturito (da Paola Carosella, do Masterchef Brasil)
Le Bife (do Erick Jacquin, do Masterchef Brasil)
Bona
Brasserie Victoria
Casa Santo Antonio
Ecully
Jiquitaia
Manioca (da apresentadora Fernanda Lima)
Marcel
Mimo
Miya
Mocotó
Petí Gastronomia
Sal Gastronomia (do chef Henrique Fogaça, do Masterchef Brasil)
Tartar & Co (do Erick Jacquin, do Masterchef Brasil)
Tian
Tordesilhas
Zena Caffè (do Carlos Bertolazzi, apresentador do Hell’s Kitchen e BBQ Brasil no SBT)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s